Agitos da Gávea











{novembro 30, 2006}   Capoeira na Gávea

A cultura afro-brasileira chama a atenção por onde passa, ecapoeira-20.JPG encanta a todos que com ela têm contato. Na capoeira isso fica bem claro. A dança criada pelos escravos negros durante a colonização do Brasil como forma de treinarem seus movimentos de luta sem o conhecimento de seus feitores atravessou os séculos e hoje virou forma de arte e afirmação da cultura brasileira. Atualmente a capoeira é vista como esporte, dança, arte, luta e música, mas, principalmente, é usada como forma de solidariedade, gerando a integração social entre as diferentes classes sociais.

Os moradores e freqüentadores da Gávea que já conhecem ou querem conhecer o ritmo já têm uma opção bem próxima de casa. Em frente ao Planetário, debaixo do viaduto do Minhocão fica localizado o Galpão das Artes Urbanas Hélio G. Pellegrino, também conhecido como Galpão das Artes Recicladas.

Criado pela Prefeitura do Rio de Janeiro e mantido pela Comlurb, o Galpão existe desde 2002 e oferece exposições de murais e esculturas feitas com materiais reciclados, oficinas de artesanato e outras atividades culturais. Dentre elas, a instituição oferece aulas e rodas de capoeira para todos os que se interessarem.

capoeira.JPGQuem quiser chegar para conferir será muito bem recebido pelo Mestre Nestor, organizados das atividades que envolvem a capoeira no Galpão. De segunda a sexta-feira, os mestres Nestor, Chacal, Gil Velho e Garrincha dão aulas em horários que variam entre 17:30h até as 10:00h. Segunda, quarta e sexta-feiras, Chacal dá aula para as turmas de 17:30h até 19:00h e o Mestre Nestor lidera os alunos entre 19:30h até as 21:00h. Terça e quinta-feiras, Gil Velho oferece aulas entre 18:00h e 19:30h, e Garrincha ensina a galera entre 20:00h e 22:00h.

Para freqüentar os preços variam entre R$ 80,00 e R$ 100,00 mensais. Nas quartas-feiras a partir das 21:00h rolam oficinas de Maculelê e rodas de capoeira abertas ao público. A camisa e a calça do grupo do Mestre Nestor custam respectivamente R$ 20,00 e R$ 45,00.

Quem se interessar, mas estiver na dúvida e quiser conhecer mais um pouco das aulas, pode chegar e conversar com o Mestre Nestor sobre a disponibilidade de aulas experimentais antes da matrícula. Mas para quem já conhece a capoeira, gosta e curte participar, a diversão é garantida ao som de um berimbau e um pandeiro, que criam o ritmo que palma nenhuma consegue deixar de bater.

Texto e fotos por Carolina Ruiz

maiores informações: Galpão das Artes Urbanas



p.W says:

Que bunitoooo…
que belezaaaa………..
“A cultura afro-brasileira chama a atenção por onde passa, e encanta a todos que com ela têm contato.”
Por isso q eu falo e digo…
eu ainda quero ser negão um dia !!!
Gnds Abçs..
parti..



sergioleiteiro says:

preciso que o nestor Capoeira me mande seu ema1l pois nao encontro na internet ja mandei um email pro itapua mas nao recebi resposta vou tentar o telefone dai -estou no Para- mas talvez nao consiga falr com ele- e possivel voçes me fazerem este favor. trabalho com reciclagem e sei que trabalha com lixo tambem pode fazer arte! SEM MAIS OBRIGADO leiteiro



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

et cetera
%d blogueiros gostam disto: